sábado, 8 de maio de 2010

Perguntas e respostas de custos

1- O que é Contabilidade de Custos?
R.: A contabilidade de custos é o ramo da contabilidade que se destina a produzir informações para diversos níveis gerenciais de uma entidade, como auxílio às funções de determinação de desempenho, e de planejamento e controle das operações e de tomada de decisões, bem como tornar possível a alocação mais criteriosamente possível dos custos de produção aos produtos. Coleta, classifica e registra os dados operacionais das diversas atividades da entidade, denominados de dados internos, bem como, algumas vezes, coleta e organiza dados externos. Os dados coletados podem ser tanto monetários como físicos. Exemplo de dados físicos operacionais: unidade produzida, horas trabalhadas, quantidade de requisições de materiais e de ordens de produção, entre outros.

2- Quais os principais objetivos básicos da Contabilidade de Custos?
R.: Avaliação de estoques;
Atendimentos das exigências fiscais;
Determinação do resultado;
Planejamento;
Formação do preço de venda;
Controle gerencial;
Avaliação do desempenho;
Controle Operacional;
Análise de alternativas;
Estabelecimento de parâmetros;
Obenção de dados para Orçamento;
Tomada de decisão.

3- Qual a relação entre os princípios da competência, prudência e uniformidade com a contabilidade de custos?
R.: O Princípio da competência reconhece as receitas, as despesas e os custos na apuração do resultado do período a que pertencem.
O Princípio da uniformidade diz que os critérios aplicados num período, devem ser mantidos nos períodos subseqüentes.
O Princípio da prudência diz que todas as despesas e prejuízos devem ser previstos e provisionados e as receitas nunca devem ser antecipadas antes que possam ser consideradas como realizadas.
4- A partir de que século a Contabilidade de Custos teve um grande desenvolvimento?
R.: A Contabilidade de Custo começou em meados do século XIX, mas teve um grande desenvolvimento a partir da segunda guerra mundial (anos 50 pra cá) com a chamada Contabilidade Gerencial.

5- Por que é necessário que as empresas industriais tenham um bom sistema de Custos?
R.: Para melhor gerenciarem sua produção,despesas, custos e lucros.

6- Os fatores de custo de um produto em uma empresa industrial são os mesmos que em uma comercial?
R.: Em partes sim como por exemplo os custos fixos, porém já os custos variáveis são diferentes como por exemplo, enquanto a indústria tem gastos com matéria prima para produção a empresa comercial não tem.

7- Qual a diferença entre custos e despesas?
R.: Custos: Compreende a soma dos gastos com bens e serviços aplicados ou consumidos na produção de outros bens ou serviços.
Despesas: Compreende os gastos decorrentes do consumo de bens e da utilização de serviços das áreas administrativa, comercial e financeira que visam a obtenção de receitas.

8- Qual a diferença entre custos diretos e indiretos?
R.: Custos Indiretos: Beneficiam toda a produção de um bem ou serviço. São todos os custos de produção, exceto os materiais diretos e mão de obra direta.
Custos diretos: São aqueles que são facilmente atribuíveis a m determinado bem ou serviço, ou seja, são percebidos com clareza em cada produto ou serviço.

9- O que são considerados custos de transformação?
R.: É o custo de transformação do material em produtos. É a soma de mão de obra indireta e custos indiretos de fabricação.

10- Qual a diferença entre custos fixos e custos variáveis?
R.: Custos fixos: Independem do volume de produção ou venda.
Custos variáveis: Estão diretamente relacionados com o volume de produção ou venda.

11- O que são custos semivariáveis?
R.: São aqueles que possuem uma parcela fixa e outra variável.

12- Em que consiste o sistema de custeio por absorção?
R.: Consiste em apurar o valor dos custos dos bens ou serviços tomando como base todos os custos de produção, seja fixos ou variáveis.

13- Em que consiste o sistema de custeio variável?
R.: Considera apenas os custos variáveis de apropriação direta como custo de produção ou serviço.

14- O que são os Custos Indiretos de Fabricação – CIF? Exemplifique.
R.: São alocações de custos através de rateio, com critérios adjuntos pela empresa.

15- Qual tratamento contábil deve ser dado ao desperdício ou perda?
R.: O desperdício ou perda devem ser contabilizados na receita do período.

16- O que significa Ponto de Equilíbrio (Break Even Point)? Como calculá-lo?
R.: É o valor ou quantidade que a empresa precisa vender para cobrir o custo das mercadorias vendidas, as despesas variáveis e as despesas fixas.
PE= CF/(PV-CVu)

17- Como usar a alavancagem operacional para prever o lucro?
R.: As empresas com maior alavancagem , qualquer alteração no volume de vendas, causa um maior aumento nos lucros.

18- O que é margem de contribuição?
R.: É quanto cada serviço ou produto vendido contribui para pagar as despesas fixas mensais e quanto contribui para formar o lucro.

19- Qual a legislação que exige que as empresas tenham uma contabilidade de custos?
R.: Não existe uma legislação que obriga uma empresa a ter uma contabilidade de custos. A iniciativa é da própria empresa.

20- O que é o Custeio ABC?
R.: É uma metodologia de custeio que procura reduzir sensivelmente as distorções provocadas pelo rateio arbitrário dos custos indiretos.

21- Qual o papel de um Controller numa empresa?
R.: O papel de um controller é ter o controle das informações administrativas, para manter um plano integrado e definir estratégias dentro de uma empresa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário